domingo, 2 de abril de 2017

Benfica 1-1 FC Porto - Análise


Como já fiz na minha página o rescaldo vou copiar para aqui e apresentar mais algumas coisas que não fiz na página, Por isso,aqui vai....

Na conferência de imprensa,o que o nosso treinador disse foi que "iríamos dominar e controlar as operações". Aliás,o jornal O Jogo até fez manchete dessa declaração. Mas aquilo que eu vi dentro das quatro linhas foi um Porto muito medroso e a dar muito espaço ao Benfica para fazer o que queria e bem lhe apetecia. A jogada do penalty (seja falta ou não), não pode acontecer. Ninguém pressiona os jogadores do Benfica porquê?
No fundo,eu já esperava que o FC Porto entrasse em campo com esta postura e com um 4-3-3. Durante a semana,demonstrei a minha preocupação e o meu receio daquilo que poderia ser o desfecho do jogo. Por sorte,saímos da Luz bem vivos mas com uma sorte tremenda. Valeu Iker Casillas já que os outros pouco fizeram para sairmos da Luz com os 3 pontos e a depender só de nós.
Falar bem,dizer o célebre chavão #SomosPorto é muito bonito e pode inclusivamente conquistar a imprensa,jornalistas e inclusive alguns adeptos. Mas para mim, o que importa é a equipa dentro das quatro linhas fazer o que se diz da boca para fora e o treinador ter c*lhões. E isso eu não vi ontem.
Por muito que nos custe,este ano tenho aquele felling que o Benfica vai escorregar e nós vamos fazer a mesma porcaria. Nuno é um portista ferrenho,é um bom profissional,mas... não é treinador para o FC Porto.
Esta é a minha opinião e não devo ser o único a pensar e a dizer o mesmo....

As estatísticas do jogo


Notas individuais fornecidas pela GoalPoint
Na nossa equipa,apenas o Brahimi e o André André conseguiram ter algum destaque em todo o jogo. O Casillas foi o melhor em campo do lado portista,enquanto que nos encarnados vimos toda uma equipa a ter nota superior a 6. O que revela a vontade de ganhar o jogo...


Nesta imagem vemos,quem realmente mereceu vencer e não venceu. Está explicado o meu ponto de vista.