sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

A baliza é de José Sá


A baliza do FC Porto está entregue a José Sá. Sim,mesmo após aquela derrota caseira e a fraca exibição do nosso guarda-redes com o Liverpool,o José tem valor e competência. Foi contratado em janeiro de 2016 e teve de esperar até maio de 2017,para finalmente assumir-se a titular num jogo de campeonato. 

Números de José Sá no FC Porto 

Jogos pelo FC Porto B: 17 jogos 
Jogos pela equipa principal: 26 jogos 
Títulos conquistados: Segunda Liga Portuguesa (2015/2016)
Estreia pelo FC Porto: Gafanha 0-3 FC Porto (Taça de Portugal 2016/2017) 
Número de minutos: 2340 minutos 

Entrevista ao Porto Canal 


Aproveito este post,para recomendar aos leitores que vejam a entrevista que o nosso guarda-redes deu ao Porto Canal. A entrevista já tem uns meses,mas vale apena ouvir as palavras de José Sá


Aproveito também para deixar um vídeo com algumas curiosidades da carreira do José 


Força José! Estamos contigo para o bem e para o mal! 

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Um ponto final

Roberto Firmino e Mané foram dois alvos no ataque ás redes defendidas por José Sá

Hoje,é dos dias que me sinto mais triste enquanto adepto do FC Porto. Não esperava tamanha goleada,falta de atitude e falta de empenho da equipa. Tudo bem,que tivemos uma excelente entrada com o Otávio a estar pertíssimo do golo,mas ficou-se por aí. O Liverpool foi lá pela primeira vez e quando rematou a sério,marcou! O José tentou defender,sim,eu sei. Mas a verdade é que ela entrou,e foi a partir daí que o desfecho do jogo se foi desenrolando vagamente. 

O segundo golo apontado pelo egípcio Salah,revela bem alguma falta de concentração e de garra de toda a nossa linha defensiva. E ao intervalo,a nossa missão em termos de apuramento já se revelava uma autêntica miragem. Custa muito acreditar....

O Liverpool é forte nos contra-ataques,acho que toda a gente já tinha percebido isso. O Roberto Firmino já nos tempos do Hoffenheim revelava ser craque. Salah ao serviço da Roma mostrou dotes e Mané com o seu físico também hoje,mostrou do que é capaz. Todos juntos custaram mais de 100 milhões de euros. Bem menos custaram Marega,Aboubakar,Soares e Brahimi. Mas são outras realidades,ás quais nós portistas temos que saber conviver e aceitar. 

Hoje,fiquei desiludido,mas na vida,é com as derrotas e com resultados pouco conseguidos,que evoluímos,aprendemos e crescemos. E depois desta goleada sofrida,está na hora de sarar as feridas e arregaçar as mangas para no domingo,irmos todos juntos a mais uma batalha. 

Nunca estarás só,meu Porto!

terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

Radiografia ao Liverpool

Salah e Firmino são os rostos do ataque dos Reds

É já amanhã que o FC Porto recebe os ingleses do Liverpool no Estádio do Dragão,para disputar a primeira mão dos oitavos de final da Champions League. Antes de mostrar uma análise feita por Bruno Fidalgo na edição do jornal O Jogo de hoje,quero dar-vos apenas alguns dados daquilo que foi o percurso de ambas as equipas até esta fase da competição.

FC Porto ficou inserido no grupo G juntamente com Besiktas,RB Leipzig e Mónaco. Os dragões passaram o grupo em 2º com 15 golos marcados e 10 golos sofridos. Já os "reds" ficaram inseridos no grupo E com Sevilha,Spartak de Moscovo e Maribor. Os ingleses fizeram um incrível número de golos (23) e sofreram apenas 6. 

Convém recordar aos leitores que para o jogo de amanhã,o FC Porto não conta com Felipe (castigado) e provavelmente com Aboubakar ainda a recuperar de uma lesão. Os "reds" perderam a sua estrela, Philipe Coutinho para o Barcelona no mercado de inverno mas contam com Salah,Firmino,Oxlade-Chamberlain,etc. 

Análise de Bruno Fidalgo 





#SomosPorto

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

Benfica distribuía bilhetes pelas finanças,governo e tribunais

Paulo Gonçalves e Luís Filipe Vieira,estão a cada dia mais "enterrados"

Não só nas bilheteiras do Estádio da Luz há uma corrida aos bilhetes sempre que o Benfica joga em casa. Nas caixas de correio de alguns responsáveis também se assiste a um corropio de pedidos e ofertas: um lugar para Júlio Loureiro, funcionário judicial, bilhetes para o Serviço de Finanças de Lisboa (5) e até Rita Abreu Lima, chefe de gabinete do ex-ministro da Administração Interna, Miguel Macedo, avançou com a clássica "cunha" para uns lugares. No meio de tantos pedidos, Nuno Salpico, juiz de direito, que tinha julgado um processo cível dos encarnados, surge a pedir um patrocínio para um filme sobre D. Nuno Alvares Pereira, o Santo Condestável.

Os emails já tornados públicos no blog "mercadodebenficapolvo.wordpress.com" revelam que, em setembro de 2010, Pedro Garcia Correia, advogado da sociedade "Correia, Seara, Caldas, Associados" (CSCA), envia um primeiro mail ao juiz, afirmando que a falta de comunicação até à data "não significa esquecimento da sua solicitação". Nesse ano, recorde-se, Nuno Salpico era o juiz titular de um processo cível que opunha o Benfica à Britalar, empresa do presidente do Sp. Braga, António Salvador, caso que acabou com um acordo extra-judicial. No mesmo mail, o advogado do escritório que tem representado o SLB em alguns processos referiu ao juiz que pretenderia abordar "pessoalmente" Luis Filipe Vieira sobre as "questões" colocadas pelo juiz.

E que "questões" eram essas? Tudo se tratava, como se percebe de uma comunicação de 13 de Setembro de 2010 do juiz para o advogado, de um patrocínio do Benfica a um filme do "Condestável Nuno Álvares Pereira". " O argumento conta no seu elenco de 131 cenas com uma cena dedicada a uma singela partida de futebol no Verão de 1385, escassas horas antes da Batalha de Aljubarrota, onde estará, quem sabe, a génese de um Benfica grande (sonhando na noite dos tempos), jogado pelas gentes do povo de Lisboa (paralelismo que sairá reforçado, acaso seja possível a participação dos craques do Benfica no jogo filmado)", argumentou o juiz.


Os emails foram reencaminhados para um dos sócios da CSCA, José Luís Seixas, que há pouco tempo representou Luís Filipe Vieira nas buscas realizadas à sua casa no âmbito da Operação Lex. A 14 de Setembro de 2010, o advogado fez chegar o pedido a Paulo Gonçalves, assessor jurídico da SAD do Benfica, com o seguinte comentário: "O dr. Nuno Salpico, além de um juiz de mão cheia, tem sido particularmente atencioso com os advogados do Benfica. Além disso, o Santo Condestável merece tudo".

A Ex-chefe de gabinete e o pedido vindo de cima

O vasto acervo de emails não mostra o que aconteceu à proposta, mas revela que pedidos de bilhetes não são um exclusivo do actual governo. Em 2011, Diogo Guia chefe de gabinete do então secretário de Estado do Desporto e Juventude, Emídio Guerreiro, fez chegar a Paulo Gonçalves um pedido: três bilhetes para a "colega" Rita Abreu Lima, chefe de gabinete do ministro da Administração Interna, Miguel Macedo, e outros elementos da estrutura. Jogo em causa: SL Benfica- FC Otelul para a Liga dos Campeões, que acabou com a vitória do clube da Luz por 1-0. O pedido já tinha sido recusado pelos serviços do Benfica, mas Diogo argumentou com Paulo Gonçalves: "Sendo objectivamente chato, pergunto se consegue um milagre das rosas". Diogo Guia atreveu-se a pedir "o favor", "pois este pedido veio directamente de cima. E é importante".Na resposta, Paulo Gonçalves informou que o administrador executivo Domingos Soares Oliveira tinha liberado a oferta, mas advertiu: "Não podemos, contudo, garantir que este nível de deferência se possa repetir no futuro".


Bilhetes para a repartição de Finanças

Quem também tinha direito a bilhetes era o Serviço de Finanças 5 de Lisboa. Isto mesmo se percebe de um email enviado, a 28 de novembro de 2016, por Cristina Lopes, quadro do fisco, para António Rafael Rovisco, do departamento de contabilidade do clube: "Se fosse possível, arranjava-me três bilhetes fora os da repartição para o jogo com o Nápoles para mim. Obrigado". O jogo para a Liga dos Campeões disputou-se a 6 de Dezembro de 2016, terminando o Benfica com uma derrota por 1-2. No mesmo dia da solicitação António Rovisco fez chegar o pedido a Miguel Moreira: "Consegue-se satisfazer este pedido do Serviço de Finanças?" até acabar no email de Ana Zagalo, directora do departamento Corporate, com a indicação: "Proporciona estes 3 convites às finanças, sff".

Recorde-se que o actual ministro das Finanças, Mário Centeno, foi investigado por um eventual crime de recebimento indevido de vantagem, por o seu assessor ter solicitado dois convites para um Benfica-Porto de 2017. No caso da repartição de Finanças, o pedido terá sido bem maior

E mais bilhetes para o funcionário judicial que partilha informação do tribunal

Já em Abril de 2017, Paulo Gonçalves fez chegar a Ana Zagalo pedidos de bilhetes (Benfica-Estoril) para dois personagens centrais do chamado caso dos emails: Nuno Cabral, antigo delegado da Liga, suspeito de passar ao Benfica informação privilegiada daquele órgão e dados pessoais de árbitros, e Júlio Loureiro. Este último foi contemplado com quatro bilhetes para o piso 1. Um mês antes, Júlio Loureiro também integrou uma lista de pedidos de bilhetes feita por Paulo Gonçalves para o Benfica-Porto, tal como Nuno Cabral e Ferreira Nunes, antigo vice-presidente do Conselho de Arbitragem da FPF, que tem estado ligado ao caso dos emails desde o início.

Quem é Júlio Loureiro? De acordo com outros emails já difundidos publicamente, tratar-se-á de um funcionário judicial do Tribunal de Guimarães. A 10 de Novembro de 2016, através de um endereço de correio electrónico do "gmail", Júlio Loureiro enviou a Paulo Gonçalves uma notificação judicial para a audição do treinador Rui Vitória como testemunha num processo no Tribunal de Guimarães. Com o comentário: "Para conhecimento antecipado, dado ser uma data que antecede a viagem à Turquia, remeto-lhe cópia de uma notificação para Rui Vitória, Agradeço discrição quanto ao assunto uma vez que nem sequer é da minha secção, ok?". 

_________________________________________________________________________________

Texto escrito e publicado no site oficial da Revista Sábado pelo jornalista Carlos Rodrigues Lima

domingo, 11 de fevereiro de 2018

Liderança assumida com feijoada á Transmontana

Créditos: ZeroZero.pt

Foi debaixo de uma céu cinzento que os nossos dragões entraram em campo no Municipal de Chaves. Sérgio Conceição deu a titularidade a Otávio,Maxi Pereira e de novo a Tiquinho Soares. Em relação ás poupanças de Ricardo Pereira e de Brahimi,tiro o chapéu ao nosso mister. Gerir um plantel curto em três competições e tirar o máximo rendimento de todos os jogadores do plantel,sem que as exibições enfraquecem não é fácil.

Um Porto,á Porto!

Logo aos 3 minutos,o nosso capitão,avisou para o que vínhamos. Um bom remate que acabou defendido por António Filipe. Mas nos minutos seguintes,vimos um Chaves determinado e agressivo e houve até mesmo dois lances de dúvida na área portista. Um deles até considero infração do Maxi sobre o atacante flaviense. O árbitro e o VAR nada disseram. Já sei que muitos vão andar por aí a falar sobre o penalty não assinalado,mas esquecem-se de dezenas de lances que a favor do FC Porto nunca foram marcados.

O primeiro golo surgiu bem cedo,com Sérgio Oliveira a descobrir Tiquinho,e este desviou para o fundo da baliza do Chaves. Estava feito o primeiro e pouco tempo depois,um bom cruzamento de Maxi,teve uma finalização espetacular do brasileiro. 

Para quem inventou inúmeras notícias sobre o mal-estar entre o avançado e o treinador,deve agora tomar umas boas caixas de Rennie para passar a azia... 

Destaques 

José Sá - Continua a mostrar que está lá para tudo. Hoje teve um par de defesas seguras e ajudou bastante os companheiros do centro da defesa. Parabéns.

Sérgio Oliveira - O "pescador" continua em grande. Passes de rotura,recuperações de bola,cortes na hora H. Um talento que está agora a assumir um papel determinante no onze.

Marega - Não é o jogador mais perfeito do mundo. Longe disso. Mas é um jogador que tem um compromisso com a equipa e faz o que pode e o que não pode para marcar golos. 

E quarta-feira há mais. Vamos encher o Dragão e levar de vencida o Liverpool. Contamos com o vosso apoio!