quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Um ponto final

Roberto Firmino e Mané foram dois alvos no ataque ás redes defendidas por José Sá

Hoje,é dos dias que me sinto mais triste enquanto adepto do FC Porto. Não esperava tamanha goleada,falta de atitude e falta de empenho da equipa. Tudo bem,que tivemos uma excelente entrada com o Otávio a estar pertíssimo do golo,mas ficou-se por aí. O Liverpool foi lá pela primeira vez e quando rematou a sério,marcou! O José tentou defender,sim,eu sei. Mas a verdade é que ela entrou,e foi a partir daí que o desfecho do jogo se foi desenrolando vagamente. 

O segundo golo apontado pelo egípcio Salah,revela bem alguma falta de concentração e de garra de toda a nossa linha defensiva. E ao intervalo,a nossa missão em termos de apuramento já se revelava uma autêntica miragem. Custa muito acreditar....

O Liverpool é forte nos contra-ataques,acho que toda a gente já tinha percebido isso. O Roberto Firmino já nos tempos do Hoffenheim revelava ser craque. Salah ao serviço da Roma mostrou dotes e Mané com o seu físico também hoje,mostrou do que é capaz. Todos juntos custaram mais de 100 milhões de euros. Bem menos custaram Marega,Aboubakar,Soares e Brahimi. Mas são outras realidades,ás quais nós portistas temos que saber conviver e aceitar. 

Hoje,fiquei desiludido,mas na vida,é com as derrotas e com resultados pouco conseguidos,que evoluímos,aprendemos e crescemos. E depois desta goleada sofrida,está na hora de sarar as feridas e arregaçar as mangas para no domingo,irmos todos juntos a mais uma batalha. 

Nunca estarás só,meu Porto!